segunda-feira, 26 de junho de 2017

Fugas em massa demonstram poder das facções nas prisões




Somente neste ano, o Estado já contabiliza 63 fugitivos do Sistema Penitenciário. Dentre eles, homens perigosos e ligados ao PCC.
extensa lista, divulgada na ocasião das fugas pela própria Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), estão nomes que já constaram entre os mais procurados do Estado. A grande maioria dos fugitivos estava na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), que abriga os membros do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Dentre os criminosos mais perigosos que escaparam estão assaltantes de banco como Marcos Fernando Monteiro Marques, o ´Chicó´, e o paulista Douglas Aparecido Piovesan, que veio de São Paulo colocar em prática no Ceará sua especialidade de roubar agências; ladrões de veículos, como Francisco Rafael Alves da Silva, o ´Rafael Xilito´, que comandava do presídio uma rede de roubo e clonagem de veículos; homicidas como Silvano Paulino Anastácio, apontado como autor de mais de 50 assassinatos, e José Delano Diógenes, o ´Delaninho´, que liderava uma quadrilha de homicidas e assaltantes a banco no Vale do Jaguaribe. Para completar a lista dos mais perigosos, Vicente Leite Sobreira, que já era foragido da CPPL II, foi recapturado com carros blindados usados em assaltos, no ano de 2016, mas já está novamente na rua, pois escapou da CPPL III.

Uma fonte da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) que conversou com a reportagem disse que o impacto dessas fugas é muito grande. "Muitos deles são perigosíssimos. Não se desmobilizaram porque estavam presos, continuaram dando ordens a suas quadrilhas. A Cadeia nada mais é, hoje em dia, que uma rede de negócios ilícitos. Mas, pelo menos, possibilita a Polícia ter um controle de onde os criminosos estão. Quando eles fogem, nosso trabalho começa do zero", afirmou.

Segundo o policial, o poder das facções está se expandindo e, se não for combatido imediatamente, tomará proporções drásticas para o Estado. "Eles estão investindo para entrar em todas as áreas. Corrompem servidores públicos, elegem políticos, estabelecem empresas para fazerem parte da iniciativa privada. No Ceará, já mostraram a força que têm, tanto que dominaram o Sistema Penitenciário".

Em entrevista à TV DN, Camilo Santana disse que as facções criminosas nasceram no Sudeste e, agora, possuem braços em todo o País, disseminando o tráfico de armas e de drogas. "Tem gente lá no Rio de Janeiro que coordena as facções aqui e em outros Estados. As facções têm muito dinheiro, inclusive para contratar os melhores advogados do País, para comprar as melhores armas e entrar com essas armas".

Para Camilo, o crime organizado procurou o Nordeste e o Ceará porque servem de ponte para o tráfico de drogas, devido à proximidade da Região com a Europa. O governador lembrou que o Brasil não fabrica armas pesadas, nem drogas e culpou a União pela entrada dos produtos ilícitos, que estão municiando as facções, através das fronteiras territoriais.

Devido o crescimento da atuação das facções criminosas no Ceará, refletido no aumento do número de assassinatos, Camilo Santana disse que o combate a esses grupos tem se tornado prioridade e já foi intensificado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). "A nossa meta é combater veemente qualquer facção aqui no Ceará. Eles são muito organizados e incomodam. O que eu vejo como reflexo do que está acontecendo no Estado é que, em algumas áreas que a Polícia não entrava, porque era dominada pelo tráfico, resolvemos entrar. A partir do momento que tiramos o espaço, eles vão procurar outro. E se esse outro espaço estiver ocupado, ele vai se confrontar com a outra facção para conseguir o lugar para ele", justificou.

Bancos

Conforme a fonte da SSPDS, a criminalidade funciona como um ciclo: "o traficante financia o assalto a banco para se capitalizar e comprar mais droga. Na venda dessa droga, mata rivais e na cobrança dos entorpecentes mata devedores. Depois começa tudo de novo". O governador disse que os ataques às instituições financeiras praticados são uma preocupação. Neste ano, aconteceram 30 ações.


LEIA MAIS... DIÁRIO DO NORDESTE

domingo, 25 de junho de 2017

Unificação das polícias é de extrema importância


Uma única força - com investimento maior nas áreas de inteligência e de formação e com troca de informação entre todos os seus integrantes - ajudaria, em muito, o combate ao crime”. “Enquanto as forças estão brigando entre si para saber quem vai fazer isso, quem vai fazer aquilo, os criminosos estão à frente, progredindo anos-luz, fazendo atos de terrorismo."Na

Pirambú Fortaleza: Atirador confunde jovem com outra pessoa atira e lesiona vítima


Suspeitos dispararam contra um adolescente de 18 anos por engano, na noite deste sábado (24). A vítima, que voltava de uma festa, foi atingida com dois disparos no bairro das Goiabeiras, na região da Barra do Ceará.

Um primo do adolescente afirmou que o mesmo foi confundido e não era envolvido, estava voltando de uma festa e foi confundido. "Não morreu porque o atirador viu o rosto e não atirou mais". Agora a gente aguarda a punição pros criminosos. Não pode nem ir numa festa, que é confundido no meio da rua. É uma revolta tremenda”, disse o primo da vitima.

A vítima foi encaminhada para o IJF. Ele passou por uma cirurgia, neste domingo,as 6h da manhã, para retirar a bala e permanece internado em recuperação e não corre risco de morte.
FONTE: PIRAMBÚ NEWS

sábado, 24 de junho de 2017

Ator Global Fábio Assunção é preso em Arcoverde Pernambuco

 O ator Fábio Assunção foi detido, na madrugada deste sábado (24), no São João de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. Ele teria quebrado o vidro de uma viatura policial e xingado militares. A detenção foi confirmada pela Polícia Militar de Pernambuco.

Testemunhas informaram que o ator estava sob efeito de álcool e teria se exaltado após o carro em que ele estava bater em uma viatura policial. Fábio, que estava no banco do carona, teria descido do veículo e se alterado (veja vídeo abaixo). Ele foi detido e levado, inicialmente, para uma unidade hospitalar. Em seguida, o ator foi levado para a Delegacia de Polícia da 156ª Circunscrição de Arcoverde. 

No local, o ator chegou por volta das 6h e foi autuado em flagrante por dano ao patrimônio público e desacato. Fábio será encaminhado para a audiência de custódia, que é quando o juiz definirá se ele será levado para o presídio ou não. Fábio e a namorada, a atriz Pally Siqueira, lançavam, em Pernambuco, um documentário sobre o coco. Pally é natural de Arcoverde. A reportagem do FolhaPE não conseguiu contato com a assessoria de imprensa do ator.

Tratamento de reabilitação
Em 2009, em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, Fábio Assunção revelou que fez tratamentos em diversas clínicas de reabilitação. Ele decidiu pelo internamento porque ele teria sido afastado de uma novela por conta de atrasos. 

FONTE: FOLHA DE PERNAMBUCO

Homem é executado e queimado no bairro Padre Andrade em Fortaleza


A vítima, um homem de aproximadamente 25 anos, foi morto e teve o corpo incendiado no meio dos trilhos no bairro Padre Andrade, em Fortaleza, nesta sexta-feira (23).

De acordo com a Polícia Militar, minutos antes do corpo ser incendiado, moradores escutaram vários disparos na região. Quando os policiais chegaram, o corpo estava em chamas, impossibilitando ser identificado. Uma testemunha, que viu a vítima ser executada, disse que o suspeito é um homem.

Nenhum morador quis especificar como o crime aconteceu. Diligências foram realizadas, mas nenhum suspeito foi encontrado.


quarta-feira, 21 de junho de 2017

Guerra do tráfico aumenta número de homicídios em Pacajús e Horizonte


EM MENOS DE SEIS MESES
"Guerra" do tráfico deixa rastro de sangue com 75 mortos em Horizonte e Pacajus em seis meses. Os municípios de Pacajus e Horizonte, no Vale do Caju, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) passam por momentos difíceis na Segurança Pública. Em menos de seis meses, as duas cidades já contabilizaram, ao menos, 75 casos de assassinatos, incluindo uma chacina recente. A falta de policiamento e de investimento dos gestores municipais tem levado a índices alarmantes de homicídios e roubos.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Polícia Civil prende homem acusado de estupro em Quixeramobim

A Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Delegacia Municipal de Quixeramobim, cumpriu um mandado de prisão temporária, por 30 dias, contra um homem* de 33 anos investigado por policiais civis, desde o ano passado, por estupro de vulnerável.

O homem que já estava preso pelo não pagamento de pensão alimentícia, teve ciência – na manhã de hoje (19) – do segundo mandado de prisão. Desta vez, pelo crime de estupro de vulnerável. Conforme o delegado André Firmino, titular da delegacia, ele abusou sexualmente da criança pelo período em que foi casado com a mãe da vítima. Ele inclusive registrou a criança como filho.

A vítima, com 12 anos à época do registro da ocorrência, afirmou que sofria os abusos do padrasto desde os seis anos de idade. Relatou ainda que o crime ocorria, quando sua genitora saía para o trabalho e o garoto ficava sob os cuidados do homem, que não é seu pai biológico, mas o registrou como filho. A vítima só teve coragem de contar as agressões para sua mãe, após a separação do casal. Foi quando em 2016, a Polícia foi comunicada do crime e passou a investigar o fato que resultou no indiciamento do homem. Além da vítima, o homem é pai de outras duas crianças irmãs do garoto.

A Polícia Civil do Estado do Ceará não divulga o nome do suspeito para preservar a identidade da vítima.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Feriadão de Corpus Chriti registra 54 homicidios no Estado do Ceará

  Resultado de imagem para TIRO

 



Dois homens com idades de 18 e 27 anos, foram mortos, a tiros, na tarde de domingo (18), em meio a um tiroteio em um condomínio residencial no Município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Maílton Felipe da Silva, 27; e Wesley Alves de Sousa, 18, estão entre as 54 pessoas assassinadas no Ceará no feriadão de Corpus Christi.

Entre a quinta-feira (15) e o começo da madrugada desta segunda (19), a Polícia registrou 14 assassinatos na Capital cearense, 15 na Região Metropolitana de Fortaleza, 17 no Interior Sul e mais oito no Interior Norte, totalizando 54 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CLIs). O número, no entanto, ainda é parcial e pode crescer com o fechamento das estatísticas dos organismos da Segurança Pública nesta segunda-feira (19).

Mortes

Em Fortaleza, 14 pessoas foram assassinadas nos quatro dias nos seguintes bairros: Jardim América (2), Bonsucesso (2), Barra do Ceará, Autran Nunes, Cidade dos Funcionários, Mondubim, Messejana, Genibaú, Passaré, Parque São José, Vila Velha e Papicu.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram registrados 15 assassinatos nos quatro dias, nos seguintes Municípios: Caucaia (5), Maranguape (3), Horizonte (2) São Gonçalo do Amarante, Itaitinga, Pacajus, Maracanaú e Eusébio.

Interior

No Interior Sul, foram 17 homicídios nos municípios a seguir: Crato (3), Juazeiro do Norte (2), Limoeiro do Norte (2), Pedra Branca (2), Milagres, Fortim, Irapuan Pinheiro, Quixeré, Mombaça, Tabuleiro do Norte, Russas e Solonópole.

A região Interior Norte foi a que apresentou a menor taxa de homicídios no período do feriadão, com apenas oito registros de assassinatos nos seguintes Municípios: São Benedito, Itapajé, Sobral, São Luís do Curu, Marco, Cruz, Boa Viagem e Miraíma.

Já os casos de acidentes de trânsito as estatísticas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) serão divulgadas somente nesta segunda-feira.

COM INFORMAÇÕES DO SITE CEARÁ NEWS7

sábado, 17 de junho de 2017

Impunidade: Cerca de 6 mil inquéritos policiais estão inconclusos no Ceará


Os números são os que já havíamos revelado nesta coluna. Cerca de seis mil inquéritos policiais estão empilhados na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Sem delegados suficientes para presidir os inquéritos e comandar as investigações, aquele órgão não tem muito o que fazer diante de tão grave situação.  Os documentos estão inconclusos, isto é, não foram encerrados porque falta identificar os autores dos assassinatos. Isso gera uma onda de impunidade coletiva. São dezenas e dezenas de crimes de morte que, provavelmente, ficarão sem solução. Os homicidas permanecerão livres, sem a reprimenda do Estado e da Justiça. E tome impunidade neste Ceará!!!

COM INFORMAÇÕES DO BLOG DO JORNALISTA FERNANDO RIBEIRO.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Guerra de facções aumenta homicídios no Ceará



A "guerra" entre as facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE) tem produzido uma matança nas ruas de Fortaleza, uma carnificina que já fugiu do controle da Segurança Pública cearense.

O Ceará registrou nos primeiros 14 dias de junho um total de 219 assassinatos. Com este número, o estado ultrapassou os dois mil homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte em 2017. Agora, já são exatos 2.043 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs), faltando ainda 14 dias para o encerramento do primeiro semestre.

Até o dia 31 de maio, os números oficiais do governo eram de 1.824 CVLIs, com destaque para maio, com 471 homicídios. Já neste mês, a violência continuou crescendo, fazendo 219 vítimas em apenas 14 dias, numa média de 15,6 casos/dia ou um assassinato à cada uma hora e 10 minutos.

Até a última quarta-feira (14), foram registrados 91 assassinatos em Fortaleza (Capital), outros 65 na Região Metropolitana, além de 29 no Interior Norte e mais 34 no Interior Sul.

Meses

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os números dos CVLIs  nos cinco primeiros meses do ano foram os seguintes: janeiro (349), fevereiro (269), março (358), abril (377) e maio (471).

Se a estes números fossem somados os casos de mortes por intervenção policial (59) e em presídios (5), o total seria 1.888 homicídios em cinco meses. Adicionando estes, aos 219 de junho, o número final seria 2.107 assassinatos no estado. Contudo, estes dois tipos de homicídios não são contabilizados nas estatísticas oficiais do Ceará.

Matança

A “guerra” travada entre facções do crime organizado tem gerado a “explosão” das estatísticas de homicídios no Ceará, principalmente em Fortaleza e sua zona metropolitana. Na Capital, já foram contabilizados neste ano, 789 assassinatos, incluindo os 91 casos registrados entre os dias 1º e 14 de junho. Somente em maio, foram 191 vítimas, o pior do ano até agora.

A matança por conta dos confrontos entre integrantes das facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE), tem sido intensificada através de chacinas. Somente neste mês em cursos ocorreram dois casos, deixando 11 mortos. O primeiro crime aconteceu no dia 3, quando seis pessoas foram fuziladas dentro de uma casa de praia no Porto das Dunas, em Aquiraz. No dia 12, outras cinco foram mortas no bairro Diadema I, em Horizonte.

Veja, a seguir, os números da violência no Ceará em 2017:

Assassinatos no Ceará por mês (De 1º de janeiro a 14 de junho)

Janeiro .......... 349

Fevereiro ......  269

Março ........... 358

Abril .............. 377

Maio .............  471

Junho ............ 219

TOTAL ......... 2.043

Assassinatos por área do estado:

Fortaleza: janeiro (123), fevereiro (90), março (154), abril (140), maio (191), junho (91) = 789

RMF: janeiro (88), fevereiro (57), março (80), abril (78), maio (122), junho (65) = 490

Interior: janeiro (138), fevereiro (122), março (124), abril (15), maio (158), junho (63) = 764

Total = 2.043

FONTE: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro