terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Abordagem do Grupo RAIO motiva elogios de cidadão Cearense


Fui abordado pelo Raio em Quixadá – Sabe o que percebi?

Desde que o BPRaio foi instalado em Quixadá, praticamente todos nós já escutamos alguma história sobre suas abordagens. Eu escutei várias e, algumas delas, nada boas. Há, é claro, quem aumente as coisas, inventando fatos improcedentes.

Ontem, pela primeira vez, fui abordado pelos militares do BPRaio e tive a oportunidade de observar de perto todo o procedimento adotado por eles. Prestar atenção em como as coisas acontecem na cidade onde moro é parte fundamental do meu trabalho que, dentre outras coisas, envolve opinar sobre uma diversidade de assuntos.

Pois bem, deixem-me contar o que aconteceu e o que foi que percebi.

Era por volta de 22 horas de ontem, domingo, 26, quando eu e meu colega Renato Evillin – que agora trabalha no site Monólitos Post – recebemos a ligação de uma pessoa amiga lá do Bairro Campo Novo pedindo carona para vir para o Centro da cidade. Fomos lá buscá-la.

Seguimos pela via principal e, a certa altura, já perto da praça do Bairro, entramos à direita. Seguimos mais um pouco e entramos à direita novamente. Estávamos quase chegando quando os faróis e as sirenes das motocicletas usadas pelo BPRaio foram ligados. Paramos imediatamente.

Ouvimos, então, a ordem para desligarmos o veículo e descermos do carro com as mãos para cima. Foi o que fizemos. Apesar de um certo nervosismo natural, comecei imediatamente a trabalhar e tentei observar tudo o máximo que pude. Este é o tipo de experiência que pode ajudar um comunicador a formar uma opinião realística sobre as abordagens do BPRaio e, desta forma, saber lidar com os factoides que algumas pessoas criam sobre elas.

Ficamos ao lado da porta e ouvimos a ordem para irmos para trás do carro, perto do bagageiro. Daí comecei a perceber os movimentos estratégicos de cerco que eles fazem nos locais de revista. Evidentemente, eles criam uma situação em que podem tanto render com certa facilidade quem está sendo revistado, quanto defender o grupo de policiais de possíveis ataques exteriores de elementos que queiram, por alguma razão, defender com violência quem estiver sendo revistado.

Eu estava com as mãos na cabeça, como havia sido ordenado, mas, antes de um deles se aproximar para fazer a revista, pediu que eu entrelaçasse os dedos sobre a cabeça. Todo detalhe, afinal, pode fazer diferença na hora de lidar com uma ameaça. Achei interessante.

Enquanto procediam com a revista – aliás, nada agressiva, como alguns sugerem -, começaram a fazer uma série de perguntas: Onde você mora? Você já foi preso alguma vez? De quem é este carro? O que veio fazer aqui? Em todos os momentos, fomos chamados respeitosamente de cidadãos. Sim, havia armas de prontidão para lidar com qualquer reação de agressividade que tivéssemos, porém, isto é natural naquela situação e não significa desrespeito à cidadania, como outros lamentavelmente dão a entender.

O carro foi completamente revistado. Pela conversa de um deles no rádio, parecia que estavam de olho num Siena de cor branca. O carro do meu colega é exatamente um Siena, mas de cor prata. A certa altura olhei para o Renato e fiquei preocupado. Ele estava meio verde, meio vermelho, mudando gradualmente de tonalidades azuis para rosas, cinzas e laranjas. Até bateu uma vontade de rir, mas aquela não era a ocasião e eu, talvez, estivesse do mesmo jeito que ele.
Pois bem, nossos documentos e o documento do carro foram verificados e nada constava contra nós. Somos, de fato, cidadãos de bem e fomos rapidamente liberados. É claro que algumas pessoas saíram para a calcada apenas para ver a atuação do BPRaio. Houve, confesso, um certo constrangimento por isto, mas nada demais, e nada que deprecie o trabalho dos militares.

Agora, deixem-me dizer uma coisa que considero muito importante.

Temos que valorizar o trabalho desse pessoal e respeitá-lo muito mais do que já o fazemos. Depois que tudo passou eu fiquei pensando como seria se eu fosse um bandido, se estivesse armado e se estivesse sem nenhuma disposição para ser preso. O que teria acontecido? Teria tentado uma fuga? Teria trocado tiros com eles? Não sei. Há bandido capaz de tudo, não é verdade? E sabe o que isso significa? Deixe eu dizer.

Significa que esses homens que compõem o BPRaio – e a polícia de modo geral -, saem todos os dias de casa para fazer um tipo de trabalho que tem muitas chances de encontrar pela frente os piores tipos de pessoas. Sabe o que eles estão arriscando ali? A própria vida, a convivência com a família, a segurança, os próprios sonhos, tudo. Estão arriscando tudo. E o fazem pelo que? Pela paz social, pela nossa segurança.

Enquanto eu – se fosse um bandido -, poderia me ferir ou morrer se esboçasse uma reação violenta, eles são trabalhadores que poderiam se ferir ou morrer na lida com um bandido. E, de fato, quantas vezes isso já aconteceu! Todo o mundo sabe que o número de policiais que morrem em serviço no Brasil é revoltante. Quando se diz que estes homens e mulheres de farda são guerreiros e estão numa guerra constante, isto não é uma hipérbole. Trata-se de uma verdade.

Portanto, conto este relato para agradecer ao BPRaio pelo formidável trabalho que estão fazendo em Quixadá. Em nenhum momento me senti ameaçado ou tive dúvidas de que seríamos rapidamente liberados. Observando a maneia como atuaram, pude constatar que houve um treinamento excepcional para deixá-los prontos para fazerem aquele trabalho. Senti-me mais seguro por morar numa cidade em que este tipo de força militar existe. Torço que as abordagens aconteçam sempre, em todos os bairros e com frequência.

É válido, ainda, constatar que os crimes de homicídio em Quixadá e região não podem ser usados para desqualificar o trabalho dos militares. Crimes deste tipo – que geralmente envolvem o tráfico de drogas, dívidas e ódio -, dificilmente podem ser evitados. Mas eu posso imaginar que caos seria se as nossas forças de segurança não existissem! O caso recente da paralisação lá no Espírito Santo é uma prova de que a polícia não existe para transformar nossas cidades em paraísos, mas para evitar que elas se transformem em verdadeiros infernos.

Finalmente, sinto-me bastante à vontade para dizer ao BPRaio e à PM como um todo: Muito obrigado pelo que fazem por mim, pela minha família  e por toda a sociedade. Haverá um dia em que o trabalho de vocês ainda será reconhecido como deveria!

Gooldemberg Saraiva é editor do Diário de Quixadá.

Três mortos em acidente entre Acopiara e Catarina no Ceará



Um grave acidente foi registrado da noite de ontem na estada que liga Catarina à localidade São Paulinho
Um rapaz conhecido como Júnior que reside na localidade de  Trussu  proprietário de uma hilux, teria perdido o controle do veículo vindo a capotar várias vezes.

VITIMAS FATAIS
Shirley Soares 

Michele Andrade 

Junior do Mel motorista(faleceu)


Um morto e outro baleado durante carnaval em Morro Branco Beberibe Ce


Durante realização da festa carnavalesca  em Morro Branco Beberibe Ceará, um homem de 41 anos segundo informações residente em Fortaleza foi morto a tiros e outro baleado nas costas em uma praça daquela localidade, o fato teria ocorrido durante o encontro de paredões de som a Polícia colhe mais informações para chegar à autoria do homicídio e da lesão corporal da segunda pessoa. A vítima falecida foi identificada como Weligton Silva a outra vítima lesionado não foi identificada e encontra-se hospitalizada.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Contratar serviço de segurança privada de policial militar não é ilícito, mas sim proibido


A Quarta Turma do TRT de Goiás reformou sentença de primeiro grau que havia condenado a Igreja Universal do Reino de Deus a abster-se de contratar policiais militares para o desempenho de atividade de segurança privada, em Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Trabalho. De acordo com o entendimento dos julgadores, não existe lei que proíba a empresa de contratar os serviços de segurança de um policial militar, não sendo, portanto, uma prática ilícita.
Segundo o relator do processo, desembargador Welington Peixoto, que seguiu divergência apresentada pelo juiz convocado Israel Adourian, o trabalho prestado por policial militar não configura trabalho ilícito mas sim trabalho proibido, cuja infração deve ser apurada no âmbito corporativo, conforme dispõe a Súmula 386 do TST. Nesse sentido, o desembargador afirmou que não se pode impor à recorrente (a igreja) a obrigação de não contratar policiais militares.
A Quarta Turma também reformou a sentença na parte em que havia condenado a instituição a pagar indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 4 milhões. Para os julgadores, o fato de a igreja ter contratado policiais militares efetivamente não causou dano moral coletivo à população brasileira devido ao alegado desvirtuamento de serviço essencial de segurança pública, em razão de que os serviços eram prestados em horários de folga dos policiais. “O cidadão, ainda que policial militar, pode dispor livremente de seu tempo de folga para fazer o que lhe aprouver, malgrado essa conduta posse ser considerada interna corporis como infração disciplinar”, concluiu o voto divergente.
Durante a sessão de julgamento, conforme consta em gravação de áudio, apesar de a contratação de policiais militares não ter sido considerada uma prática ilícita, os advogados da Igreja Universal do Reino de Deus assumiram o compromisso, em nome da instituição, de não mais contratar policiais militares para exercer segurança privada.
Fonte: TRT18 

Policial Militar de Brasília salva mulher que tentava suicídio




Policial Militar salva mulher que ameaçava o suicídio

Mulher dizia que queria se jogar na pista. Mas, em um movimento rápido, policial conseguiu evitar morte.
Um policial militar salvou uma mulher que ameaçava se jogar da plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília. A ação ocorreu na manhã desta segunda-feira (27).




Segundo informações da PM, a mulher foi encaminhada ao posto dos bombeiros da rodoviária e levada posteriormente a um hospital para tratamento.

Homem é executado com mais de 50 tiros na zona rural de Ibicuitinga Ceará


Homem é assassinado com mais de 50 tiros na zona rural do município de Ibicuitinga
O primeiro homicídio na Área Integrada de Segurança –AIS-15  foi registrado nesta segunda-feira, 27, no município de Ibicuitinga, na região Central do Ceará. O crime foi na localidade de Lagoinha.
Segundo a Polícia Militar, Haroldo Cabral estava próximo de um bar, quando foi abordado por dois criminosos, os quais efetuaram vários disparos, sendo que a vítima sofreu mais de 50 perfurações de calibre .12 e de pistola cal. 40. O homem tombou sem vida no local do sinistro.
Uma equipe da Perícia Forense esteve no local recolhendo o corpo, enquanto o rabecão levou ao Instituto Médico Legal-IML de Quixeramobim.
Pela análise, o crime tem motivação de acerto de contas, é o que relata os policiais, baseando-se nas circunstâncias de como foi consumado o homicídio. Os criminosos fugiram.
Revista Central

Jornalista da Globo é preso após desacatar policial em Salvador


O correspondente da Globo em Nova York, Felipe Santana, foi preso na noite deste domingo (26) em Salvador. De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, o jornalista teria desacatado um policial militar depois que um homem que o acompanhava foi atingido na cabeça com um cassetete. Felipe teria sido preso e levado para o Quartel dos Aflitos, enquanto o rapaz que o acompanhava foi encaminhado para o posto de saúde do Politeama, sendo posteriormente transferido para o Hospital Aliança. No perfil do jornalista no Twitter, ele informou no dia 18 de fevereiro que estava de férias.

FONTE: Bahia notícias

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Bandido morre em confronto com sargento da PM em Trairí Ce



Dois homens invadiram uma casa, onde estava um sargento da Polícia Militar e a família dele, na Praia de Flecheiras, em Trairi (a 120Km de Fortaleza). O objetivo da ação seria roubar os pertences das vítimas, mas o militar reagiu. Um dos criminosos foi baleado e morreu em seguida. O caso aconteceu na madrugada deste domingo (26). 

De acordo com a 2ªCia do 11ºBPM, houve uma troca de tiros dentro da residência. Um dos suspeitos foi atingindo e fugiu junto com o comparsa. A Força Tática de Apoio (FTA) e o Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) de Flexeiras foram acionados e iniciaram as buscas à dupla. O homem ferido durante o tiroteio acabou sendo detido em um matagal, nas proximidades da casa onde aconteceu o assalto. 

Ele portava uma pistola de Airsofth 24/7, que foi apreendida. A viatura da FTA socorreu o suspeito lesionado e o encaminhou ao hospital local. Já na unidade de saúde, ele não resistiu aos ferimento emorreu. Nem o sargento, nem seus familiares ficaram feridos. O outro criminoso fugiu levando os pertences das vítimas.

Segundo a Polícia, o homem que escapou estaria armado com um revólver calibre 38. Ele ainda não foi localizado. Até o momento, nenhum dos dois suspeitos foram identificados. 

“Nesses feriados prolongados muitos criminosos migram de outras cidades para as praias que têm movimento, exatamente para praticar roubos. Eles não são de Trairi e ainda não conseguimos identificá-los”, afirmou um militar da 2ªCia do 11ºBPM, que conversou com a reportagem, mas não quis se identificar. 


Diário do Nordeste

PEC 300 iguala salários das demais PMs aos da Polícia Militar de Brasília

Toda nação brasileira : PEC 300 iguala o salario das policias militares do brasil com a PM do distrito federal - Assine o abaixo-assinado!
https://www.change.org/p/toda-nação-brasileira-pec-300-igualar-o-salario-das-policias-militares-do-brasil-com-a-pm-do-distrito-federal?recruiter=687053954&utm_source=share_petition&utm_medium=whatsapp

Este seria o sonho à ser sonhado , por todos os Profissionais de Segurança Pública do Brasil , afinal , sonho que se sonha junto , é sonho realizado , já dizia o Poeta ! Mas , não geremos uma expectativa falsa nas Instituições Policiais , pois , com estas reformas em tramitação no seio do Congresso Nacional , impostas pelo Poder Executivo Central , alegando uma falência nas contas públicas , principalmente na Previdência Social , fato desmentido à exaustão pelos especialistas de vários segmentos , notadamente pelos Auditores Fiscais da Fazenda Nacional , Autoridades maiores nestas análises , pois , são experts no assunto , além de serem os Agentes arrecadadores das receitas , portanto , inquestionáveis !!!!!! O correto seria uma mobilização nacional das Corporações , maciçamente ,  cobrando e exigindo melhorias neste setor vital da Sociedade Brasileira , que permite à população como um todo , o seu Sagrado direito de locomoção , o tão falado ir e vir , muito caro à todos !!!!!!! Mobilização e luta , sempre , somente assim , seremos notados pelos Governantes e Sociedade !!!!!!

TCO lavrado pela PM Delegados resistem


TCO pela PM
Depois de demorada “gestação”, o policial militar mineiro terá Termo Circunstanciado de Ocorrência, por ele lavrado, admitido pela Justiça.
Recomendação
Em aviso aos magistrados, o Tribunal de Justiça diz que os TCOs – relativos a delitos de menor potencial ofensivo - poderão ser registrados, autuados e distribuídos.
Queda de abraço
A possibilidade vem sendo discutida e desejada pela PM há anos, enfrentando a resistência dos delegados.
Economia
Sem a medida agora admitida pela Corte, a PM, quando prende autor de pequeno delito em Veríssimo, por exemplo, é obrigada a trazê-lo a Uberaba para a confecção do documento.
Prejuízo
Durante esse período, com gastos para o deslocamento da viatura, a cidade de origem do PM fica mais desprotegida e o preso, depois de lavrado o TCO, é posto em liberdade.
TCO pela PM
Somente após treinamento já previsto é que os policiais militares começarão a lavrar TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrências) em Uberaba. Previsão é março.
Admissão
O Tribunal de Justiça já recomendou aos juízes que aceitem o TCO lavrado pela PM, o que antes era exclusividade da Polícia Civil.
Positivo
Comandante do 4º Batalhão, o tenente-coronel Waldimir Soares considera a medida altamente positiva, para agilizar procedimentos e reduzir os custos da PM com deslocamentos.

Central
Para quem necessita de um socorro da PM, basta ligar para o 190. A Central de Operações do Comando Regional direcionará a chamada para o batalhão da área.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

AMESE discute baixo efetivo dos Bombeiros Militares com o MP


Na manhã de ontem, 24, a AMESE, representada pelo seu assessor jurídico Dr. Márlio Damasceno, e pelo diretor de base da instituição Sgt. BM Alberto Almeida, participou de audiência junto ao Ministério Público Estadual, após a associação ter representado junto este órgão, solicitando apuração do baixíssimo efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe (CBM/SE), bem como, a situação das viaturas que já estão com uma vida útil já avançada e com constantes quebras.

A audiência pública foi presidida pelas Promotoras de Justiça Drª. Euza Missano e Drª. Mônica Hardman, respectivamente responsáveis pela Promotoria de Defesa do Consumidor e pela 5ª Promotoria dos Direitos do Cidadão Especializada na Fiscalização dos Serviços de Relevância Pública de Aracaju, contando ainda com a participação do Cel. BM Joaquim Odualdo Almeida Eugênio e da Ten. Cel. BM Maria, representando o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe, além do deputado estadual Gilmar Carvalho, o qual tomou conhecimento da audiência través da imprensa e fez questão de apoiar a AMESE e os bravos soldados do fogo em busca de melhorias para a tropa.

Durante a audiência foi tratada a questão do baixo efetivo no CBM/SE, onde a Lei de Fixação de Efetivo da Corporação, a qual já está defasada, prevê um efetivo de 1.194 bombeiro militares para todo o Estado de Sergipe. Prova que esta lei está defasada, é que a ONU (Organizações das Nações Unidas) preconiza que deve ter 1 bombeiro militar para cada 1.000 habitantes, portanto, a população sergipana deveria contar com um quantitativo de 2.200 BMs.

Ocorre que, atualmente, o CBM/SE conta com um baixíssimo efetivo de 563 BMs, onde 30 destes estão à disposição da banda de música e não realizam serviço operacional, além do que, 33 BMs estão afastados também do serviço operacional por problemas de saúde, e ainda mais, existem BMs cedidos a outros órgãos. Diariamente, a população sergipana conta com cerca de 60 bombeiros militares por dia para prestar serviço à população sergipana.

O efetivo é tão diminuto, que corre o risco de unidades do interior serem fechadas, sem contar, o fator principal, que é a sobrecarga de trabalho que a tropa enfrenta face a este baixo efetivo.

Foi informado e destacado pela AMESE, que o CBM/SE está há 10 anos sem realização de concurso, o que acabou gerando este baixo efetivo.

Foi tratada também da questão das viaturas que estão com uma vida útil elevada, necessitando da aquisição de outras, até mesmo para que as usadas possam ficar como reserva, pois estão constantemente sendo utilizadas nas ocorrências e vêm apresentando problemas mecânicos face a falta de manutenção, por não terem viaturas reservas para ser utilizadas enquanto se faz as manutenções de outras.

As Promotoras de Justiça tomaram por termo todas as deficiências do CBM/SE levadas pela AMESE, que fez questão de destacar a boa vontade e interesse do Comandante da Corporação, Cel. Carlos Eduardo, porém o mesmo depende do Governo do Estado e da SSP/SE, as quais irão requisitar documentos para alicerçar ainda mais a representação feita pela AMESE perante o Ministério Público e, assim que os documentos chegarem, será designada outra audiência, desta feita com a participação do Governo, para tentar solucionar, através de um Termo de Ajustamento e Conduta, os problemas existentes no CBM/SE, e caso não seja possível, poderá ser ajuizada pelo MPE uma ação civil pública para equacionar o problema.

A AMESE faz questão de agradecer imensamente ao Ministério Público Estadual, nas pessoas das Promotoras de Justiça Drª. Euza Missano e Drª. Mônica Hardman, pela atenção que tiveram em relação à representação feita pela associação, abrindo o devido procedimento investigativo e apurando os fatos, bem como, ao deputado estadual Gilmar Carvalho, por ter se somado a AMESE na luta por melhores condições para os Bombeiros Militares do Estado de Sergipe.

FONTE: AMESE

Comandante de PMs e bombeiros poderá ser escolhido a partir de lista tríplice

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4934/16, do deputado Cabo Sabino (PR-CE), que estabelece novo rito de escolha dos comandantes-gerais das Polícias Militares (PM) e dos Corpos de Bombeiros Militares dos estados e do Distrito Federal.
Pela proposta, o comando será escolhido pelo governador a partir de lista tríplice, entre os oficiais da ativa no último posto da corporação. O mandato será de dois anos com uma recondução.
Atualmente, a Lei de Reorganização da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar (Decreto-Lei 667/69) apenas determina que o comando da PM seja exercido por um oficial do último posto da corporação.
Para Cabo Sabino, a PM e os bombeiros estão muito expostos aos “ditames políticos” dos governadores. A lista tríplice seria uma medida de equilíbrio no contexto dessa seleção. “Não se retira do governador a prerrogativa de escolher, ao mesmo tempo em que se privilegia o mérito no seio dessas corporações.”
O mandato de dois anos gera estabilidade e segurança para o exercício do cargo, na opinião de Cabo Sabino. “Será rapidamente percebida sensível melhora da atuação dessas corporações”, afirmou.
A sugestão do projeto veio das entidades representativas de bombeiros e policiais militares do Ceará.
Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

FONTE: SITE CÂMARA

Major Olímpio apresenta projeto que impede indenização do Estado a presos

Parabéns Deputado Fed. Major Olímpio por seu grande desempenho na bancada Federal



APRESENTO PROJETO PARA IMPEDIR INDENIZAÇÃO DE CRIMINOSOS E OBRIGA-LOS A TRABALHAR PARA INDENIZAR A VITIMA DE SEUS CRIMES!




"Deputado Federal Major Olimpio apresentou nessa terça-feira, dia 21 de fevereiro de 2017, o Projeto de Lei nº 6979 de 2017, alterando a Lei de Execução Penal com o intuito de impossibilitar o pagamento de indenização pelo Estado a Presos, e também cria a obrigação de que os presos trabalhem, incidindo falta grave ao preso que se negar, bem como a vedação de qualquer benefício e progressão de regime.

Assim, o projeto estabelece de maneira expressa a obrigatoriedade de o preso trabalhar, e a sua remuneração primeiramente deva ser direcionada para o pagamento do dano causado a vítima e à sua família; bem como se houver indenização por dano causado pelo Estado, a indenização também deva ser utilizada para reparação do dano causado pelo autor do crime.

Condiciona também a indenização do Estado somente quando houver previsão do evento causador do dano, recursos financeiros, materiais e recursos humanos para prestação deste serviço, tendo em vista que, se o Estado passa por uma crise econômica, em que a educação, a saúde e a segurança se encontram desamparadas financeiramente e materialmente, não há que se exigir que os escassos recursos sejam destinados para indenizar criminosos que violam a legislação e prejudicam a vida de toda a população.

Para Major Olimpio é inconcebível que o trabalhador e sua família não tenham saúde, educação e segurança, e criminosos estejam tendo decisões favoráveis para receber indenização em virtude da falência do Estado. Essa inversão de valores não pode ocorrer em um Estado Democrático de Direito como o Brasil".

PE: Associação de PMs garante que não haverá greve durante carnaval


O manifesto dos policiais militares de Pernambuco, liderado pelo movimento das esposas, durou quase seis horas e terminou por volta das 22h esta sexta (24), em frente ao prédio da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no Centro do Recife.

O grupo de esposas deliberou que não haverá greve neste Sábado de Zé Pereira (24), durante a realização do Galo da Madrugada, no Centro do Recife - mas que os policiais "vão trabalhar se quiserem". O presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS), Albérisson Carlos, ressaltou que não haverá greve.
O protesto dos PMs foi tenso. Partiu da praça do Derby por volta das 16h e seguiu em direção à avenida Beira Rio, no bairro da Madalena, próximo da residência do governador Paulo Câmara. A categoria gritava palavras de ordem, afirmava que "não vai ter Galo" e que os policiais e suas famílias merecem respeito e respaldo do Governo. Segundo a esposa de Carlos, Verônica Souza, à frente da mobilização, nenhum representante do Governo compareceu ao movimento.

Quase três horas depois de início, o protesto foi cercado na avenida Conde da Boa Vista por PMs em atividade que estariam cumprindo ordens do Governo do Estado. O cerco foi feito com veículos e houve confusão. Os manifestantes retiraram um carro do BPTran, que estava parado em frente ao trio, "na força", balançando a viatura e a tirando do caminho do trio. [veja no vídeo abaixo] O repórter fotógrafico da Folha de Pernambuco Arthur de Souza teve a câmera empurrada.
FONTE: Íntegra da matéria no Jornal Folha de Pernambuco

Senado apresenta PEC de federalização das PMs

A Senadora Rose de Freitas (PMDB/ES), apresentou, nesta quarta, 22, a Proposta de Emenda à Constituição número 06 a fim de federalizar os órgãos de segurança pública dos Estados e do Distrito Federal.


A PEC, tem como justificativa os números de assassinatos ocorridos no País no ano de 2016, além dos recentes movimentos paredistas da categoria militar do Estado do Espírito Santo, trazendo equalização entre as polícias de cada Unidade da Federação diversos aspectos, respeitadas as peculiaridades regionais, transformando tais órgãos em apenas um, mantido e organizado pela União.


Além disso, federaliza também as Polícias Civis dos Estados e do DF, incorporando-as à Polícia Federal.


Ainda em sua justificativa, a Senadora afirma que a “mudança trará valorização aos policiais civis, policiais militares e bombeiros militares, bem como a racionalização, desburocratização, otimização, uniformização e padronização de estruturas administrativas, procedimentos e equipamentos, eliminando as redundâncias e os conflitos ocasionados pela existência de 27 estruturas heterogêneas nas Unidades da Federação, sem prejuízo, é claro, da observância das particularidades regionais”.

Veja a PEC AQUI
Fonte: FONAP

Recuperação fiscal dos Estados ameaça conquista dos militares estaduais

Dep. Federal Sub Tem Gonzaga

Após sofrer uma justa derrota no PLP 257/2016, o presidente Temer reedita a proposta através do PLP 343/2017, para determinar que os servidores e militares paguem a conta do desequilíbrio das contas públicas. Não podemos permitir", diz Deputado Federal Subtenente Gonzaga. Assista!
#semlutanaohaconquista

Vamos resistir e lutar , por melhorias , jamais aceitaremos retrocessos nas poucas conquistas , que angariamos até então , e , de tão insignificantes , no sentido de trazerem tranquilidade funcional à Categoria Policial Militar , em todos os Estados da Federação Brasileira , é o indicativo de manifestações das Corporações , não por que gostem de exporem suas vísceras , mas , porque o Estado os " empurra " para estas situações vexatórias , quando nega uma melhor assistência às Instituições Policiais Militares Brasileiras !!!!! À Luta , sempre , em defesa dos nossos direitos adquiridos , às custas de sacrifícios consideráveis !!!!

Fuzil de origem americana é apreendido pela Polícia em Missão Velha Ceará



Um fuzil de origem americana e munições foram apreendidas, na noite dessa quinta-feira (23), na zona rural de Missão Velha - Área Integrada de Segurança 11(AIS 11). A ação foi realizada pela Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE), após uma denúncia anônima informando que vários indivíduos, em atitude suspeita, estavam transitando pela região.

Conforme levantamentos realizados pela Polícia, há suspeita que a arma de fogo de alto poder destrutivo, pertencia aos integrantes de um grupo criminoso envolvido em ataques a instituições financeiras. Em menos de um mês, este é o segundo fuzil de fabricação norte-americana apreendido na cidade.

Com a informação, os agentes de segurança iniciaram as diligências e chegaram até uma propriedade situada na localidade de Sítio São João. As composições policiais realizaram buscas, no intuito de localizar algum material ilícito no terreno. Por meio da varredura, foram encontrados, embaixo de uma árvore, um fuzil Ruger NewPort NH USA, com 38 munições intactas calibre 556 e dois carregadores, com capacidade para 30 projéteis.

O material foi encaminhado para a Delegacia Regional de Brejo Santo, unidade plantonista que atende a circunscrição onde ocorreu a apreensão. Já nesta sexta-feira (24), o procedimento foi transferido para a Delegacia Municipal de Missão Velha, onde a Polícia Civil dará continuidade às investigações sobre o caso.

Integrantes presos e armas apreendidas

Dois homens foram presos, sendo eles um pernambucano e um cearense, suspeitos de envolvimento nos ataques aos bancos da cidade de Missão Velha, no dia 03 de fevereiro. No mesmo dia do crime, uma ação rápida e em conjunto das Forças de Segurança do Ceará, resultou nas apreensões de quatro armas de fogo, sendo um fuzil calibre 7.62, uma escopeta cal. 12 e duas pistolas calibre ponto 40 e nove milímetros, além de mais de 200 munições, 18 quilos de explosivos, três coletes e parte do dinheiro subtraído das agências. Dando continuidade às diligências, outro fuzil cal. 556 foi localizado pelos policiais no matagal por onde os suspeitos fugiram.

Já no dia 06, o pernambucano Nadeilson Wisard dos Santos (35) – natural de Salgueiro - foi encontrado pela Polícia, em uma estrada carroçável, na zona rural de Jardim (AIS 11). Após verificação do nome do suspeito, foi constatado que ele já responde por quatro crimes de roubo, em seu Estado de origem. Ao ser indagado, o homem confirmou que deu apoio logístico ao grupo criminoso envolvido nos ataques ocorridos contra as duas agências bancárias. Com a prisão de Nadeilson, a Polícia chegou ao cearense Leonardo dos Santos Domingos (27) – sem antecedentes –, que também é suspeito de ter cedido abrigo aos integrantes da associação criminosa. Na residência de Leonardo, na localidade de Banco de Areia, em Missão Velha, os policiais apreenderam uma pistola calibre .40, um rifle calibre 5,56, de origem americana; além de vasta munição

No mesmo dia, na localidade de Sítio Gameleiro dos Machados, zona rural de Brejo Santos – (AIS 11), policiais militares do Comando Tático Rural (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), apreenderam munições e cartuchos de calibres 7.62 e 5.56; e também vestimentas abandonadas em um matagal. As apreensões ocorreram após buscas efetuadas em toda a região, no intuito de capturar os demais partícipes do grupo. Todo o material foi conduzido para a Delegacia Municipal de Missão Velha, onde as investigações seguem em andamento.


Fonte: SSPDS

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Uma mulher vai comandar o Comitê Internacional de Direitos Humanos para Policiais, que está sendo implantado no Brasil

        Que seja um instrumento de defesa , dos Policiais Brasileiros , naquilo que aspiramos de básico , no aspecto da dignidade humana , onde poderemos colocar nossas demandas às claras , para todos os Governantes , sem que , tenhamos o receio de sofrermos quaisquer tipo de represálias por parte dos Gestores Estaduais , pois , o Regulamento Disciplinar das Corporações Militares , principalmente , são arcaicos e obsoletos , com um viés fortíssimo de punições disciplinares , ainda que , estes Profissionais , exerçam suas atividades laborais , em completo abandono do Poder Público , não podem reclamarem  publicamente , sob pena de serem punidos disciplinarmente , o que , interfere diretamente na boa prestação dos serviços à coletividade , para quem devem estarem voltadas a excelência da   atividade policial , que ficam comprometidas , muitas vezes , por omissões estatais , que não dotam as Corporações Policiais de seus estados , de materiais humanos e logísticos , suficientes para um bom desempenho funcional destas Instituições Policiais Estaduais !!!!!! Um grito de socorro ecoou , e , pelo que parece foi ouvido , Graças a Deus , para onde devem desaguar as injustiças praticadas , contra os Guerreiros Policiais Brasileiros , patrocinadas sobretudo , pelo rolo compressor estatal !!!!!! Alforria à vista , Guerreiros !!!!!!!!

 Frente à crise da Segurança Pública que assola o País, está chegando ao Brasil o primeiro Comitê Internacional de Direitos Humanos para Policiais (Internacional Committee on Human Rights For Police – ICHRFP), que será lançado no primeiro semestre de 2017. O Comitê vai defender interesses, do ponto de vista dos direitos humanos, de todas as categorias de policiais: federais, civis, militares, rodoviários federais, ferroviários federais, legislativos, guardas municipais e agentes penitenciários.

Boa sorte.

O Comitê, com sede mundial na Espanha, tem como presidente o brasileiro Alex Diaz  – jornalista policial, com 25 anos de experiência na área. No Brasil, o Comitê será presidido por Lilia Vogel, agente de Polícia Federal há 8 anos, que já foi escrivã da PF por mais três e também exerceu o cargo de Agente Penitenciário, além de ter sido Diretora da Fenapef.

O Comitê terá como pilar a salvaguarda de todo e qualquer direito cerceado do policial que seja inerente a sua função de profissional de segurança pública e a sua condição de pessoa humana que serve e protege a sociedade. Os familiares dos policias também estarão amparados, “pois são o alicerce para que os policiais tenham tranquilidade para irem às ruas e garantirem a segurança da população.”

No Brasil, o Comitê pretende ministrar cursos de capacitação, aperfeiçoamento e seminários voltados para temas de Direito Humanos e Segurança Pública, tendo como público alvo os policiais e pessoas da sociedade, mostrando a importância de ambos caminharem juntos em benefício da segurança de todos. Também serão propostas parcerias com a gestão pública, pois o Comitê entende que é de suma importância a matéria de Direitos Humanos fazer parte do dia a dia dos administradores, ficando assim, mais fácil o diálogo e menos abusivo as desumanidades por parte da administração pública para com os profissionais da segurança pública.

As corporações policiais não disponibilizam assistência à saúde ou assistência psicológica oficiais que acompanhem e atendam o policial quando for necessário.

“É Preciso conscientizar os governantes que o policial é um agente a serviço do Estado que tem uma atividade de risco altíssima e uma grande carga de estresse diário, sendo necessário o acompanhamento psicológico ou psiquiátrico permanente e a contento pela instituição ou governo, muito menos este mesmo policial, ficar desassistido clinicamente logo após a um confronto armado, onde houve vítimas, sejam elas policiais ou não. Isso é o mínimo que o Comitê pretende fazer no Brasil”, comenta Lilia Vogel.

A violência no Brasil tem índices alarmantes e o efetivo é reduzido para atendê-la, o que implica que o policial rotineiramente tem que cumprir jornada de trabalho extraordinária e muitas vezes vende sua folga para o própria polícia, trabalhando sem o repouso e compensação orgânica necessários à sua saúde.

“Para o Estado é vantajoso, pois ele dobra o efetivo disponível e para o policial é uma forma de compensar os baixos salários, mas ao longo dos anos desenvolvem doenças e incapacidades para o trabalho”, diz Lilia Vogel.

“Há uma quantidade absurda de mortes de policiais em razão do serviço e de suicídios que vem acontecendo entre policiais de todas as forças (policiais federais, militares, civis, rodoviários federais, etc). Além disso, existe um fenômeno endêmico acontecendo com os policias que tão logo se aposentam, morrem sem nenhuma causa aparente poucos meses depois”, informa Lilia.
 Ela explica que em muitos estados os policiais são caçados e suas fardas e documentos são alvos fáceis para a criminalidade. Ela considera que também os policiais que não usam fardas, mesmo quando estão de folga, sua condição de policial lhe exige o alerta permanente e o risco é iminente, sendo um potencial alvo da criminalidade, e essa condição o acompanha até o dia de sua morte.

No Brasil não existe um organismo nacional ou internacional de defesa dos direitos humanos do policial. O Comitê Internacional de Direitos Humanos para Policial está chegando para cobrir este espaço relegado pelo Estado, pois, como sempre no país, associações, institutos, fundações, ONGs tentam fazer o que o Estado teria a obrigação de proporcionar.

“O que se vê comumente sobre direitos humanos no Brasil é a defesa incondicional do criminoso e a condenação prévia dos policiais em suas ações. Os direitos humanos do policial há muito vêm sendo violados pelos governantes e órgãos policiais”, comenta Lilia Vogel, que afirma que o Comitê seguirá as regras da ONU e não fará a defesa de policiais que desviarem de suas funções ou cometerem ilícitos.

“O Comitê internacional será a defesa do policial, que pela primeira vez, terá vez e credibilidade, antes de ser julgado como culpado pelo simples fato de ser policial”, conclui Lilia Vogel.

(Fonte: Agência Fenapef)

Movimento de familiares de PMs do Espírito Santo continua



O movimento das esposas, familiares e amigos de policiais e bombeiros militares de Colatina, após 21 dias de muita luta, não está acabando, mas sim, parando para respirar, para dar credibilidade ao comando do oitavo batalhão, para respeitar todos os militares que sempre nos respeitaram e  mostrar ao cidadão de bem de Colatina que somos sim organizados e pensamos sim, no bem da sociedade. Estamos, hoje sim, liberando os portões do oitavo batalhão, confiando na palavra do senhor governador quando disse: "Só abrirei negociação após a saída das mulheres e familiares da porta dos batalhões". Pois bem, podemos ser criticados por muitos, mas temos a plena convicção de que fizemos a nossa parte neste movimento que foi único no Estado e até no País. Lutar por melhorias salariais e melhores condições de trabalho é sim um ato legal e acima de tudo constitucional. Conclamamos a sociedade civil organizada, comerciantes, políticos,  igreja, demais cidadãos solidarios à nossa causa e a todos os militares, de soldado à coronel, que nos ajude a cobrar do governo para que cumpra também a sua parte, que é o estudo sobre o aumento salarial e melhorias nas condições de trabalho. Desculpe-nos os transtornos causados, mas toda guerra deixa seus feridos, e infelizmente, ela deixa alguns mortos também. Deus conforte as famílias dos nossos irmãos camaradas que ficaram pelo meio da batalha, que Deus os tenha em um ótimo lugar. Força e honra sempre.

23/02/2017
Mulheres e Familiares dos Policiais e Bombeiros Militares de Colatina.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Falso Delegado é preso por policiais civis do Ceará



Carlos Roberto Pereira Lima, de 40 anos, foi preso nesta quinta-feira, 23, suspeito de se passar por delegado da Polícia Civil e aplicar golpes no intuito de obter vantagens.
O POVO apurou que a equipe do 7º DP (Pirambu) fazia diligências na avenida Pasteur, nas proximidades da praça do Carlito Pamplona, quando perceberam um homem em atitude suspeita. “Os policiais pediram que ele mostrasse a identificação e ele apresentou uma carteira. Os policiais percebendo que era uma carteira falsa deram voz de prisão”, explicou a fonte.
Em depoimento, o suspeito teria explicado que usa a carteira para obter vantagens e oferecer favorecimentos em troca de dinheiro. Carlos Roberto foi preso em flagrante por estelionato, uso de documento falso, uso de munição.
O delegado responsável pelo procedimento foi o titular do 7º DP (Pirambu), delegado Paulo André Cavalcante. Com informações O Povo

Estado demite Cabo Pena da PM Cearense



Acusado de liderar um grupo de extermínio e praticar vários homicídios no Estado, o cabo Pedro Cláudio Duarte Pena, conhecido como 'Cabo Pena', foi demitido da Polícia Militar do Ceará (PMCE), por decisão da Controladoria Geral de Disciplina (CGD) tomada no dia 16 de fevereiro deste ano e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na última terça-feira (21).

'Cabo Pena' foi condenado, há quase oito anos, no dia 21 de agosto de 2009, a 15 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e sem dar chances de defesa à vítima. O PM e mais sete pessoas, todas encapuzadas, foram acusados de invadir uma residência no bairro Jardim Iracema, na Capital, e executar Lenimbergue Rocha Clarindo com 15 tiros, no dia 18 de julho de 2006. 


A decisão da CGD pela demissão de Pedro Cláudio se baseou no seu histórico criminal. "O aconselhado seria o líder do grupo de extermínio que culminou em diversos homicídios, conforme intercepções telefônicas devidamente autorizadas pelo juízo. [...] A conduta do militar aconselhado em ter seu nome diretamente associado a inúmeros delitos, dentre eles, crimes hediondos, inclusive, com sentença condenatória e prisão preventiva decretada, por si só, demonstra a incompatibilidade de seu comportamento com o mister da Corporação", justificou o órgão.

Mesmo preso, o PM se encontrava na reserva remunerada da Polícia Militar. 'Cabo Pena' ainda poderá recorrer da decisão do processo administrativo de demiti-lo e voltar aos quadros da corporação.

Diário do Nordeste

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

PMs do Ceará: Aprovada admissibilidade da média salarial do Nordeste



Na última quarta-feira (22/02), a Comissão de Constituição, Redação e Justiça (CCRJ), da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, presidida pelo deputado estadual Sérgio Aguiar, tendo como vice-presidente deputado Antônio Granja e titulares: Capitão Wagner, Evandro Leitão, Dr. Sarto, Elmano de Freitas, Leonardo Araújo, Carlos Felipe e Joaquim Noronha, promoveu reunião.
Na ocasião, quatro proposições estavam em pauta, dentre elas a Mensagem nº 8.083/17 de autoria do poder executivo, que trata sobre a reestruturação remuneratória dos Militares Estaduais (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará), popularmente apelidada de “Média do Nordeste”.
Durante a reunião foi aprovada a admissibilidade da mensagem. Agora a “Média do Nordeste” deverá tramitar pelas comissões: Defesa Social; Orçamento, Finanças e Tributação; e Trabalho, Administração e Serviço Público, para ir a Plenário ser votada.
A Associação dos Profissionais da Segurança (APS) informa que os valores, apresentados pelo governador Camilo Santana, não estão conforme a tabela feita pelas associações. Todas as associações estão solicitando a revisão dos valores, e que sejam pagos em uma única vez, logo já são mais de 2 anos sem reajuste salarial dos policiais e bombeiros militares do Estado do Ceará.
#APS3anos, #APSLuta, #ReajusteJá


Fonte: APS

Corte de energia do BPMA: Deputado Federal Cabo Sabino faz pronunciamento na Câmara Federal


QUARTEL DA COMPANHIA AMBIENTAL DE JUAZEIRO DO NORTE TEM FORNECIMENTO DE ENERGIA CORTADA

Usei a Tribuna da Câmara Federal, para pedir consenso, por parte do prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, no sentido de que seja efetuado o pagamento do fornecimento de energia elétrica, do quartel da Companhia do Meio Ambiente, localizado no Parque Ecológico do município. Também solicitei ao Secretário de Segurança Pública, André Costa e ao comandante da PM, Coronel Viana, atitudes que garantam o funcionamento da unidade policial.

Acompanhe!
FONTE: Pagina Oficial Cabo Sabino

Batalhão ambiental PMCE tem fornecimento de energia cortado em Juazeiro do Norte



Por causa de uma prisão envolvendo parentes do irmão do prefeito Luiz Ivan comercializando papagaios, o Luiz Ivan pediu o prédio da BPMA não se dando por satisfeito de retirar aquela honrada modalidade de policiamento da polícia Militar, mandou cortar a energia do prédio deixando nossos companheiros às escuras o prédio será entregue e a BPMA está de mudança para a vizinha cidade do Crato.
Nesse momento, foi cortado o fornecimento de energia elétrica da Companhia Ambiental o BPMA que se localiza no parque ecológico em Juazeiro do Norte.
Rádio, telefone, computador etc, nada funciona, onde irá ficar comprometido o serviço prestado a sociedade.
Ficando deste modo visível a intenção dos administradores do município em tirar a BPMA, de Juazeiro. Lamentável que a polícia seja tratada assim.


PM morto em ataque criticou UPP: 'Colocam a gente dentro do morro para morrer'

Menos de um ano depois de entrar para a Polícia Militar, o soldado Michel de Lima Galvão denunciou a falta de condições de trabalho nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Uma gravação do policial de 2015 mostra o claro descontentamento do agente com a falta de munição e a desvantagem numérica e operacional no confronto com traficantes. Para ele, o projeto das UPPs estava falido. O soldado foi morto na noite de terça-feira, durante um ataque do tráfico no Jacarezinho, na Zona Norte da Cidade.

Essa guerra não é nossa. Governo falido, projeto falido. Estão colocando a gente dentro do morro para morrer. A favela não é nossa casa. Ser policial não é ser guerrielheiro, não é confrontar em desvantagem numérica, em desvantagem logística, em desvantagem operacional", apela o soldado Galvão aos companheiros de tropa.

Fonte: Extra online 

No Espírito Santo, a situação de falência da segurança pública é evidente

As Forças Armadas continuam por mais 13 dias no Espírito Santo, segundo o ministro da Defesa  Raul Jungmann, nesta terça-feira (21).
Jungmann disse que a prorrogação foi concedida pelo fato de que cerca de 30% da PM capixaba ainda encontram-se amotinada nos quartéis. “No Espírito Santo, a situação de falência da segurança pública é evidente. Por isso iremos renovar a GLO (Garantia da Lei e da Ordem). Conversei com assessores e decidi que mais 13 dias serão necessários e agora deve-se fechar a logística”, contou.
O Espírito Santo ficou, totalmente, sem polícia militar nas ruas por sete dias por causa do protesto de familiares na porta de batalhões. Policiais militares não podem fazer greve porque é proibido pela constituição. Nas ocupações, as mulheres sempre alegam que são elas que estão no comando da paralisação. Mas, para as autoridades, essa é uma tentativa de encobrir o que, supostamente, seria um motim dos PMs.
No estado, são 3.450 militares das Forças Armadas nas ruas. O ministro disse que, desde o dia 6 de fevereiro, "houve um avanço significativo, mas não o suficiente para por fim as atividades militares naquele estado".
Segundo Jungmann, a Operação Capixaba será mantida com o mesmo efetivo das Forças Armadas.
Rio de Janeiro
O Ministério da Defesa negou nesta terça-feira (21) o pedido do Governo do Rio de Janeiro de permanência das Forças Armadas nas ruas do Rio de Janeiro até o fim do carnaval. A informação foi veiculada com exclusividade pelo RJTV.
G1 ES

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

PMs do Ceará: Presidente da ASSEPEC comenta sobre a média salarial do Nordeste



Cadê as mulheres dos cabos e soldados do estado do Ceará?Guerreiras vocês sabiam que a tão sonhada média Nordeste que fala do salário dos policiais e bombeiros militares do estado do Ceará estar pra ser votada a qualquer momento,pois é na Assembléia legislativa estar quietinha e pasmem os senhores e senhoras a maioria do efetivo são Cabos e Soldados e com certeza serão os mais prejudicados, Cabos passará a ganhar $378.61 e o Soldado 331,33 isso é dividido em três parcelas por ANO até 2019,FIQUEM DE OLHO, QUE DEPOIS QUE PASSAR ,"Inês é Morta",o palanque dos parlamentares já estão sendo preparados pro belo discursos "A FAVOR DA POLÍCIA",isso pode ter certeza onde vão dizer não pude fazer nada foram a maioria, e nós? na faca.

Vereadora é executada dentro de sua residência em Aiuaba Ceará



Na localidade de Bom nome em Aiuaba a vereadora Jucely Alves Arraes, teve sua casa invadida por dois homens que efetuaram vários disparos contra a mesma, segundo informações dois veículos deram apoio à ação criminosa, mesmo sendo socorrida para a cidade de PIO IX no vizinho estado do Piauí a mesma não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. A vítima teve um cunhado que também era vereador assassinado naquela cidade, um irmão da vereadora segundo informe teria sido morto recentemente, ainda não se sabe as reais motivações do assassinato.

Recife: Bandidos roubam cerca de 60 milhões de empresa de segurança




"Pensei que fosse guerra: diz moradora de conjunto próximo ao ataque."

Cerca de 20 homens cercaram a empresa e bloquearam os acessos das ruas próximas, ateando fogo em veículos estacionados, antes de explodir o local. Durante a ação teriam sido levados da empresa BRINKS cerca de 60 milhões de reais, fato ocorreu no bairro Estancia zona Oeste de Recife.

Segundo informações o bando usou fuzis AK 47, metralhadora .50, três policiais foram feridos sem gravidade.